EXCLUSIVO: Simony processa Dudu Camargo e pede R$ 100 mil de indenização por danos morais

Pedindo indenização na Justiça, a Cantora Simony alega ter sofrido importunação sexual do jornalista Dudu Camargo durante uma aparição na TV

Uma situação acontecida entre a cantora e apresentadora Simony e o jornalista Dudu Camargo em fevereiro de 2020 está em disputa judicial. Na ocasião, a cantora apresentava o programa “Bastidores do Carnaval” na Rede TV! ao lado de Nelson Rubens, ao vivo, quando Dudu apareceu e teve uma série de atitudes que deixaram o público constrangidos.

O Movimento Country teve acesso exclusivo aos dados do processo, onde Simony alega ter sofrido importunação sexual do jornalista, já que durante a transmissão ele chegou a fazer algumas insinuações de teor sexual, abraçou a cantora e chegou a apalpar algumas regiões de seu corpo, sendo reprimido pela mesma na hora do ato.

Assista ao vídeo do momento, que ainda está disponível no YouTube da Rede TV!:

No processo, Simony alega que a atitude de Dudu Camargo afetou diretamente em sua vida pessoal, carreira, honra e moral, já que ela passou a ser alvo de vários comentários repugnantes de pessoas na internet, a maioria a ofendendo com palavras de baixo calão e dizendo que o ato não passou de uma brincadeira.

Após todos os danos sofridos, a cantora e apresentadora Simony agora requere uma indenização no valor de R$ 100 mil do jornalista Dudu Camargo por danos morais e importunação sexual. O processo segue na 3ª vara cível do Tribunal de Justiça de São Paulo e aguarda julgamento, bem como depoimento do réu e testemunhas.

Simony chegou a se pronunciar sobre a importunação

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Após o ocorrido, em fevereiro deste ano, Simony aproveitou uma entrevista ao podcast “Papagaio Falante” para comentar sobre o assunto e criticou as atitudes do jornalista, inclusive revelando detalhes do processo que trava contra ele na Justiça:

“Eu estava apresentando [o carnaval da Rede TV!], aí ele chegou lá, ninguém chamou, ele viu que tava ao vivo e já tava o bonito querendo aparecer lá. Ele chegou e começou ‘me dá um selinho?’. Eu já sei que ele não gosta daquilo”, começou Simony.

“O Dudu Camargo é um safado, sem vergonha. Inclusive, acho que eu ganhei o processo, e ele até agora não fez o depósito, vou bloquear as contas dele todas, porque ele passou a mão no meu peito e aqui na parte de baixo, no carnaval, sem a minha ordem. Não importa se ele é bi, gay, ele me desrespeitou como mulher e como pessoa. E foi gravado, apareceu no carnaval, ao vivo. E ele fica fazendo uma de ‘bestão’.”

“Ele me tocou, tocou o meu peito, minhas partes íntimas, sem a minha ordem. Quando acabou o programa o Twitter arrebentou ‘isso foi assédio’ e comecei a chorar. No outro dia eu fui na delegacia. Fui fazer corpo de delito, fui na Delegacia da Mulher e toda mulher quando se sentir lesada tem que ir mesmo. Porque ele não é meu amigo, eu não dei essa intimidade para ele e ele fez isso comigo. […] Muita falta de respeito. Meu corpo é meu corpo, minhas ordens. Eu que digo se pode ou não. Foi muito feio o que ele fez. Ele não me ligou nem para pedir desculpas”, contou Simony.

“Processei, tá rolando, fui na delegacia da mulher, constituí advogado, não sei como está a situação ainda porque da pandemia, mas com certeza eu vou ganhar. Até o Nelson Rubens foi depor. Não é só porque eu tava de vestido curto que eu quero que todos os homens passem a mão em mim. Isso tem que parar, tem que acabar. A mulher pode vestir o que ela quiser. […] Eu estava trabalhando. Foi muita sacanagem o que ele fez comigo, muita sacanagem mesmo”, finalizou.